Régis Trois de Avila

Régis Trois de Avila

Régis Trois de Avila 150 150 Redação Redação

Régis Trois de Avila

Gaúcho, nascido em Porto Alegre (RS) em 17 de outubro de 1963, começou a praticar esgrima aos 10 anos junto com o irmão Jarbas Trois de Avila, na Sogipa, com seu tio-avô Mestre Mário Queiroz – que deu origem ao Torneio Infantil Mário Queiroz. A influência veio de sua família. Ele é neto de Dirceu Trois, sobrinho de marceu Trois, todos esgrimistas. Sempre ligado a esportes, praticou Capoeira, Vôlei de Praia além da Esgrima, sempre presente.
Representou o Brasil em vários eventos internacionais. Participou dos Jogos Sul-americanos de Rosário 1982, Santiago 1986, Lima 1990, Valência 1994, além dos Jogos Panamericanos de Havana, em 1991, e vários Campeonatos do Mundo desde a categoria Juvenil.

Teve como ápice de sua carreira de atleta o ano de 1988 com a participação nos Jogos Olímpicos de Seul e também pelo Prêmio Brasil Olímpico recebido do COB. Encerrou a carreira de atleta, em 1997. Formado em Educação Física, foi professor de esgrima em diversos colégios e da Sogipa de Porto Alegre e, hoje, vive em São Paulo. Fez cursos de Mestre d’Armas na Urca, RJ 1989 e 1990 e a Formation Superieure de Maître d’Escrime na École Interarmée des Sports 1990 e 1991, em Fontainebleau, França, títulos formais que lhe permitem ser carinhosamente tratado por Mestre Trois. É árbitro internacional categoria “A” pela Fédération Internationale d’Escrime e atuou nessa função, nos últimos cinco Jogos Olímpicos, Sidney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016. Mestre Trois já arbitrou 13 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, orgulho para todos nós.
Desde 1991 coordena o Departamento de Esgrima do Club Athletico Paulistano e, desde 1998, tem uma sala de Esgrima no Colégio Magno.

Fonte: Régis Tróis de Avila em 25/06/2020