Academia Paulista de Esgrima – APE

Academia Paulista de Esgrima – APE

Academia Paulista de Esgrima – APE 150 150 Redação Redação

A Academia Paulista de Esgrima foi fundada em 2004 pelos mestres d’armas bielorrussos Alkhas Lakerbai e Siarhei Kovaliov. Com foco no sabre, a academia iniciou as atividades no bairro das Perdizes, sendo uma das primeiras iniciativas no Brasil de levar esgrima ao público fora dos clubes e centros militares.
Em poucos anos, atletas da APE conquistaram espaço no circuito nacional e internacional, sendo, então, o resultado mais expressivo conquistado pela atleta Élora Ugo Pattaro, vice-campeã mundial cadete e uma das esgrimistas representantes dos Jogos Olímpicos de Atenas.
Atletas da APE acumularam ao longo dos anos diversas conquistas estaduais, nacionais, sul-americanas e pan-americanas, passando a ser um importante centro de treinamento da modalidade procurado por atletas já consagrados, entre eles, Renzo Agresta – classificado para quatro olimpíadas ao longo da carreira.
Entre grandes nomes da esgrima nacional treinados pelo mestre Alkhas Lakerbai destacam-se Karina Lakerbai (deca campeã brasileira no sabre feminino adulto, campeã Pan-Americana Juvenil de 2008, campeã Sul-Americana de 2009, campeã dos Jogos Sul Americanos de 2014) e William Zeytounlian (tetra campeão brasileiro adulto, terceiro colocado por equipes nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011, campeão Sul Americano 2015), além de dezenas de conquistas nacionais nas categorias de base que levaram muitos atletas a representar o Brasil lá fora.
Atualmente, além do mestre Alkhas, os técnicos Rodrigo Baldin e Michel Baker trabalham tanto na formação de atletas do infantil ao juvenil quanto oferecem aulas de esgrima para pessoas que buscam uma atividade desportiva como hobby.
Também treinam da APE atletas que fazem parte do Projeto Mosqueteiros da República, idealizado pela Associação Brasileira de Esgrimistas e que oferece bolsa integral a crianças de escolas públicas parceiras do projeto.
A estrutura da academia conta, hoje, com uma sala de mais de 200m² no centro da cidade, com acesso fácil perto do metrô República, onde são realizados treinos de muitos atletas que compõe a seleção brasileira em diversas categorias.

Fonte: Rodrigo Baldin em 19/06/2020